Tudo Sobre a Raça Pit Bull Terrier

Nem sempre o cachorro é escolhido apenas para preencher o vazio de um lar. Existem algumas situações, ou necessidades, que levam as pessoas a optarem por adotar um cachorro. A principal delas é para garantir a segurança, seja de uma casa, terreno ou empresa. Esse talvez seja o maior motivo da procura pelo Pit Bull Terrier, ou Pit Bull, como é conhecido no Brasil.
Sem dúvuda é uma das raças mais polêmicas que existe. É um cachorro que sofreu muito com o preconceito daqueles que não conhecem nada sobre essa maravilhosa raça. Não seja mais um desinformado. Conheça agora tudo sobre a raça Pit Bull.

Pit Bull Terrier

História do Pit Bull Terrier

Assim como a maioria das raças, o Pit Bull foi criado para desempenhar funções no campo, auxiliando na caça de animais pesados. Já que dispunham de força e agilidade, eles eram muito eficientes até no abate de animais maiores.
Estudos apontam como o principal cruzamento que originou a raça, a mistura entre o antigo Bull e os Terriers, unindo a força da primeira com a agilidade da segunda raça. O Pit no nome da raça originou devido o cachorro ser empregado em rinhas e outros esportes sangrentos, onde “Pit” era o nome das arenas onde as disputas ocorreram, ficando “Pit Bull Terrier”.

Comportamento do Pit Bull Terrier

Devido ao seu tamanho e força, ele aparenta ser um cão agressivo e muito perigoso. Porém saiba que o Pitt Bull é um cachorro muito dócil. Apesar de não se socializar muito com outros cachorros, sendo ideal que o dono o acostume desde cedo a conviver com outros animais, com humanos ele é muito carinhoso, principalmente com crianças.

Outras características marcantes da sua personalidade são a vontade de agradar o dono, e facilidade no adestramento, já que ele é um cachorro cheio de personalidade, foco e energia.

Leitura sugerida:Nomes para cachorros

Atividades físicas e nutrição do Pit Bull Terrier

Como ele é um cão atleta e de caça, o Pit Bull Terrier não pode ficar parado. É recomendado que ele se exercite todos os dias e que sejam realizadas brincadeiras regularmente. Sem falar nos famosos pneus para eles mastigarem e fortalecerem suas mandíbulas.
Não apenas para manter a sua musculatura, que leva a exposições de cachorros dessa raça, o Pit Bull carece de atividades físicas também para, a sua saúde mental. Os Pit Bull Terrier quando ficam muito tempo sozinhos, presos ou quando não se exercitam, apresentam alterações no comportamento, originárias de depressões e estresse. Ninguém quer um cachorro com tamanha força estressado não é mesmo?

Outro ponto importante é uma dieta balanceada. É indispensável, já que estamos falando de um cachorro de porte médio e que precisa se movimentar muito! Consulte um veterinário regularmente para que ele possa fornecer todas as informações sobre a alimentação do seu cachorro e em todas as fazes de sua vida.

Pit Bull Terrier

Não se deixe levar pelo preconceito acerca deles. Levando em conta que muito da má fama desses cachorros se dá pelo fato de donos irresponsáveis utilizarem eles em rinhas, o que hoje é proibida por lei. Não culpe o temperamento de um animal pela raça, pois ele é espelho do seu dono.
Cada raça tem suas peculiaridades e seus cuidados específicos. Se você se encaixa dentro do que eles necessitam, um Pit Bull será de ótima companhia.
Você tem um Pit Bull? Conte-nos como é!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *